Warning: Missing argument 2 for wpdb::prepare(), called in /home/historia/public_html/wp-content/plugins/fast-wordpress-search/fwp-search.php on line 419 and defined in /home/historia/public_html/wp-includes/wp-db.php on line 1154

fabula sobre meio ambiente

Você está a ver contos , contos para meninos e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa fabula sobre meio ambiente. Encontre as melhores soluções de histórias para ler.



761833799_302578 Nina e o laço

Um cadarço, duas pontas me embaraço, num enrosco meio frouxo, meio torto e num abraço… fez-se o laço! * sobre:aprendendo a amarrar o calçado.


irmaos-familia-pintado-por-laila-1008308 O otimista

Era uma vez dois gémeos. Um deles era muito optimista. Para ele, tudo corria sempre ás mil maravilhas. O outro era muito pessimista. Não via nada de positivo. Os pais, preocupados, consultaram um psicólogo, que lhes disse: — No dia de anos, quando chegar o momento de abrir as prendas, ponham-nos em quartos separados. Dêem ao pessimista os melhores presentes possíveis e ao optimista

Ver mais…


LL5-I011B O Sapateiro

Era uma vez, há muitos anos, um pobre sapateiro que tinha muitos filhos. Mas, no meio da sua pobreza, era alegre e feliz. Enquanto remendava os sapatos ou lhe punha as meias-solas, ia cantarolando. Naquele casa parece que era festa todos os dias. A sua esposa e os filhos sentiam-se felizes. Um dia, um vizinho rico, impressionado com a vida desse pobre sapateiro, pôs-lhe

Ver mais…


tartaruga A Tartaruga

Um dia, uma tartaruga foi convidada por uma prima, que vivia fora da cidade, para que a fosse visitar. A tartaruga aceitou o convite e pôs-se a caminho. A distância não era muita, cerca de um quilómetro. Por isso, começou a viagem ao nascer do sol. Pensou: «Com o meu passo constante, antes do meio-dia chegarei a tempo de almoçar com a minha prima».

Ver mais…


follow O Seguimento

Um sultão viajava pelo deserto, seguido de uma longa caravana que transportava um precioso carregamento de ouro e objectos preciosos. A meio do caminho, um camelo, extenuado pelo cansaço, caiu e não mais se levantou. A arca que esse pobre camelo carregava tombou e abriu-se, espalhando nas areias muitas pérolas preciosas e outras jóias de muito valor. O sultão, num gesto de generosidade, convidou

Ver mais…


escolhas As Pílulas

Uma mulher apresentou-se ao psicólogo e disse-lhe: — Pode ajudar-me pois tenho um grande problema. O psicólogo, solícito, perguntou: — Então de que problema se queixa? A mulher continuou: — Tenho muitas dificuldades com o meu marido. Todas as noites, quando chega a casa, começamos a discutir, e é ver quem fala mais alto. O psicólogo, respondeu: — A cura é fácil. A mulher,

Ver mais…


!!! O calor

Um dia, um conferencista, querendo explicar como é importante experimentar a realidade, contou um sonho que teve numa noite de Inverno. Disse: «Numa noite de Inverno, sonhei que Deus me levou a visitar três casas. Ao entrar na primeira, vi que todos os que ali se encontravam tremiam de frio, enquanto contemplavam um quadro na parede que representava uma fogueira. Na segunda casa, os

Ver mais…


6595462_1 Os Computadores

Era uma vez um homem bom. Morreu e foi bater à porta do Paraíso. Foi atendido por S. Pedro. Utilizou o computador para ver quais os dados referentes à vida deste homem na terra, mas o seu nome não figurava nas listas. Perguntou então a esse homem: — Tu foste baptizado? — Não. — Então não eras cristão. Aqui não há lugar para ti.

Ver mais…


assembleia.ratos03 A Assembleia dos Ratos

Um gato de nome Faro-Fino fez tais estragos na rataria de uma casa velha que os sobreviventes, sem coragem para saírem das tocas, estavam quase a morrer de fome. Tornando-se muitíssimo séria a situação, resolveram reunir-se em assembleia para o estudo da questão. Aguardaram para isso, e certa noite em que Faro-Fino andava pelos telhados, fazendo versos à lua. – Penso – disse um

Ver mais…


desenho-dora-a-aventureira-fada-vestido-botas-mochila-estrela-mapa-colorido-dibujos-ideia-criativa (1) PÉ DE MOLECA

Um salto e nada Dois saltos e um passo Num compasso impaciente Uma dança meio torta Uma boneca quase sem corda Um salto e plaft Um nariz escarlate Olhinhos desconfiados Saem desconcertados Levando consigo Pezinhos descalços